Color Theory and Basic Shapes

Color Theory and Basic Shapes

Color has always been present in our natural environment and in art across the world. From the 30,000-year-old Chauvet-Pont-d’Arc cave drawings in southeastern France, where the creators used carbon black and ochre pigments to represent Paleolithic horses, to the Tournament of Roses Parade on January 1, 1954, which was the first national television broadcast in color, color has been a focus of artistic creation.

[ler mais…]

fonte: http://en.flossmanuals.net/digital-foundations/ch006_color-theory/

Anúncios
Publicado em teorias da cor | Etiquetas , | Publicar um comentário

Gestalt do Objecto

by João Gomes Filho

Apresentações (formato pdf)
Gestalt do Objecto – Teoria Geral
Gestalt do Objecto – Categorias Conceituais Fundamentais
Gestalt do Objecto – Técnicas Visuais Aplicadas

fonte: http://joaogomes.com.br/livros.htm

Publicado em apresentações_pdf, Gestalt, linguagem visual, livros | Etiquetas | Publicar um comentário

Drawing in Space: On Line Performances at MoMA

Posted by Esther Adler, Curatorial Assistant, Department of Drawings

There’s a long history of dance and performance both inspiring and being influenced by the visual arts. The current MoMA exhibition On Line: Drawing Through the Twentieth Century, on view on the sixth floor, is full of examples of artists trying to capture dancers’ moving bodies in drawings, paintings and sculpture, as well as documenting them on film. If a line is the trace of a point in motion—an idea at the heart of On Line—then a human figure moving through space can be seen as a drawing in air, an insertion of drawing into the time and three-dimensional space of our lived world. [ler mais…]

fonte: http://www.moma.org/explore/inside_out

Publicado em exposições, projectos | Etiquetas | Publicar um comentário

La Sintaxis de la Imagen _Donis A. Dondis.

“(…) A arte e o significado da arte, a forma e a função do componente visual da expressão e da comunicação, passaram por uma profunda transformação na era tecnológica, sem que se tenha verificado uma modificação correspondente na estética da arte.
(…) o presente livro propõe-se examinar os elementos visuais básicos, as estratégias da composição criativa e a gama de meios e formatos que podem ser adequadamente classificados sob a designação artes e ofícios visuais. Esse processo é o começo de uma investigação racional e de análise que se destinam a ampliar a compreensão e o uso da expressão visual.
Embora este livro não pretenda afirmar a existência de soluções simples ou absolutas para o controle de uma linguagem visual, fica claro que a razão principal de sua exploração é sugerir uma variedade de métodos de composição e design que levem em conta a diversidade da estrutura do modo visual.
(…) A linguagem é simplesmente um recurso de comunicação próprio do homem, que evoluiu desde sua forma auditiva, pura e primitiva, até a capacidade de ler e escrever. A mesma evolução deve ocorrer com todas as capacidades humanas envolvidas na pré-visualização, no planejamento, no desenho e na criação de objetos visuais, da simples fabricação de ferramentas e dos ofícios até a criação de símbolos, e, finalmente, à criação de imagens…”
(Dondis, Donis A. (2003). Sintaxe da Linguagem Visual. São Paulo. Martins Fontes. Prefácio, p. 2/3).

Livro em espanhol _pdf : http://cyad.xoc.uam.mx/td/Lecturas/Dondis.pdf

fonte: o design e a ergonomia

Publicado em linguagem visual, livros_pdf | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Eye Design Book

by Curt Deckert, PhD

Chapter 1
Section A
1. EYE DESIGN
A. Importance of eyes – How and why we see
After millennia of recorded history, we are just beginning to understand the complexity and diversity of eyes. Most living creatures and some plants have individually designed eyes. Sight is essential for most creatures. For most of us the eye provides the most important link to the world by enabling us to visualize shapes and colors. Some animals and plants only sense changes in light without seeing specific images. The eye and brain process visual information to link our inner being to the world and beyond. [ler mais…]

fonte: EYE DESIGN BOOK

Publicado em fisiologia da visão, livros, livros_pdf | Etiquetas , , | Publicar um comentário

20º Aniversário da ESTAL

conviteFESTA

10 ANOS DE ESTAL
No dia 27 de Outubro de 2010 a denominação ESTAL completa 10 anos. Viva a ESTAL!

20 ANOS DE ENSINO
No dia 29 de Setembro a ESTAL completa 20 anos de ensino. Contamos contigo na comemoração. Parabéns ESTAL!

ESTAL | Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa
estal@estal.pt
www.estal.pt
Rua de Santo Amaro (à estrela), n.º 34
1200-803 Lisboa
Telefone: 21 396 40 86

Publicado em projectos | Etiquetas , | Publicar um comentário

Fisiologia da Visão

Um estudo sobre o “ver” e o “enxergar”
Por André Ramos

Introdução
A visão é responsável por cerca de 75% de nossa percepção. Resumindo de forma extremamente sintética o ato de ver é o resultado de três ações distintas: operações óticas, químicas e nervosas.
O órgão responsável pela captação da informação luminosa/visual e transformá-la em impulsos a serem decodificados pelo sistema nervoso é o OLHO: é um instrumento altamente especializado e delicadamente coordenado, e cada uma de suas estruturas desempenha um papel específico na transformação da luz, se transformando no sentido da visão. Toda a entrada de luz do meio externo até chegar à retina, faz parte do sistema ótico, propriamente dito. A sensibilização da retina se faz quimicamente, a luz convertida em impulsos elétricos, é transportada através do nervo ótico até o córtex. [ler mais…]

fonte: http://wwwusers.rdc.puc-rio.br/imago/site/semiotica/producao/ramos-final.pdf

Publicado em fisiologia da visão | Etiquetas | Publicar um comentário